A Autostadt, a “Cidade do Automóvel” da Volkswagen, é um verdadeiro parque temático para os fãs de carros. Adjacente à fábrica da companhia – em Wolfsburg, na Alemanha -, a instalação conta com vários pavilhões dedicados às diferentes marcas associadas ao Grupo Volkswagen. Além disso, há ainda uma central de atendimento ao consumidor e marcos interessantes, como a linha pintada mais longa do mundo (com 6,5 km) e a maior porta de vidro do mundo.

O grande destaque do passeio fica por conta dos silos de vidro, torres com mais de 60 metros de altura que abrigam os carros produzidos na fábrica adjacente – sendo que as instalações são conectadas por um túnel de aproximadamente 700 metros. Essa altura equivale a um prédio de 20 andares. Cada torre da “Cidade do Automóvel” tem capacidade para guardar 400 carros.

Tratamento VIP na Autostadt

Em alguns países europeus, o consumidor pode optar por pegar o seu carro na concessionária ou na fábrica. Caso prefira tirar o veículo diretamente na Autostadt, ele tem direito a tratamento VIP ao longo da sua visita à “cidade do automóvel” e ainda pode acompanhar o momento em que os elevadores retiram o seu automóvel do silo.

Autostadt-cidade-automovel5

Por sinal, todo o processo de transporte do carro é automatizado, garantindo que o odômetro permaneça zerado até o momento em que o dono o tire da fábrica. A “Cidade do Automóvel” é parada obrigatória para os fanáticos por veículos.

+ VW Brasília faz aniversário de 45 anos

+ Volkswagen Passat 2018 ganha upgrade em tecnologia e itens de série

+ Como funciona o ESC, item que revolucionou a segurança automotiva

Autostadt-cidade-automovel3

Os veículos ficam em vagas que lembram gavetas até o momento da entrega aos donos, quando são transportados por elevadores, por meio de um sistema automatizado. Dali pode sair qualquer VW (mesmo os que não são feitos em Wolfsburg), além de modelos da Seat, marca espanhola que faz parte do grupo alemão.

Diversão na Cidade do Automóvel

Todos os dias, cerca de 500 pessoas (muitas acompanhadas de suas famílias) rumam para a pequena cidade de Wolfsburg, vindas de diversas partes da Alemanha. Algumas passam o dia, outras estendem a visita por um fim de semana. Passeiam, comem, visitam diversas atrações, eventualmente se hospedam no hotel e depois retornam para casa de carro novo.

As atrações vão muito além da entrega dos veículos. Aberto durante 363 dias por ano – fecha somente nos dias 24 e 31 de dezembro -, o espaço abriga shows de música e dança, por exemplo, o tempo todo.

No inverno, o lago congela e se transforma em rinque de patinação. Além disso, cada marca pertencente ao Grupo VW tem sua própria “casa”, com arquitetura que reflete a imagem da empresa.

Autostadt-cidade-automovel2

Museu e hotel

Uma das atrações imperdíveis da Autostadt é o museu multimarca. No espaço não há apenas veículos feitos por empresas do Grupo Volkswagen (Porsche 911, Lamborghini Diablo e uma réplica do Bugatti Atlantic, entre outros), mas também carros históricos de outras fabricantes. Um dos destaques é o Renault 16 de 1965, caracterizado pelo ótimo espaço interno e a versatilidade do interior. Há ainda uma Kombi Last Edition de 2013, a última série da van, que foi produzida no Brasil.

Autostadt-cidade-automovel4

Essa é a rotina na Autostadt, a Cidade do Automóvel, um imenso parque temático espalhado por uma área de 280 mil m2. Autostadt fica bem ao lado da sede mundial da Volkswagen, às margens do canal Mittelland, e é considerado o maior centro de entrega de automóveis do mundo.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos,

Fontes: www.tecmundo.com.br e Jornal do Carro