Com aumentos frequentes no preço da gasolina e etanol, os gastos com o carro acabam tendo um peso considerável no bolso do motorista. Pensando nisso, separamos algumas dicas para economizar combustível que fazem essa conta ficar mais leve no final do mês. Muitas ações só dependem do motorista e ajudam a reduzir o consumo do carro.

Escolha o o veículo mais adequado

A escolha do veículo é uma das primeiras coisas que o motorista pode fazer para economizar combustível. O impacto no bolso com reabastecimento vai depender da categoria do veículo, do modelo em si e das configurações específicas. Para citar um exemplo extremo, a diferença de economia entre uma picape e um carro de passeio gira em torno de 38%. Por isso, é importante considerar se o seu próximo carro está adequado ao seu estilo de vida.

Hábitos que ajudam a economizar combustível

O modo como conduzimos o veículo e algumas decisões do dia a dia têm grande influência no consumo de combustível. Com algumas atitudes e planejamento, você perceberá a grande economia que pode alcançar. Conheça algumas delas.

  • Controle a velocidade

Respeitar os limites de velocidade, além de contar para sua segurança e de outros motoristas, também é um forma de poupar combustível. A 100 km/h, o consumo é em média 20% maior do que a 80 km/h. Manter-se dentro dos limites pode ser um bom negócio para sua vida e para seu bolso.

  • Não acelere muito rápido

Conduzir de forma moderada, sem acelerações bruscas, pode gerar uma economia de cerca de 31% se comparado com conduções mais agressivas. Busque manter sempre uma aceleração contínua em vez de acelerar muito rápido.

Dicas para economizar combustível

  • Fique atento à troca de marcha

Este é um ponto crucial. Cada modelo vem com uma indicação no manual de qual é a velocidade para cada troca. A dica mais básica é que não se deve esticar demais as marchas, buscando realizar uma mudança suave no câmbio de acordo com a necessidade.

  • Desligue o carro quando estiver parado

Manter o carro ligado e parado por muito tempo pode gerar um consumo maior do que em movimento. Em situações de tráfico muito intenso ou de espera maior que 1 minuto, vale mais a pena desligar o motor. Ao contrário do que muitos pensam, acionar o motor consome bem pouco combustível se comparado a deixá-lo funcionando parado por longos períodos.

  • Use o ar-condicionado com moderação

Em média, esse dispositivo pode aumentar o consumo em 20%. Avalie a temperatura ambiente antes de acioná-lo. No entanto, se estiver rodando acima de 80 km/h, é mais vantajoso ligar o ar-condicionado do que manter as janelas abertas, devido ao impacto aerodinâmico. Nesses casos, fechar os vidros e acioná-lo é a melhor opção.

  • Planeje suas rotas

Se você usa o carro todos os dias para ir ao trabalho, pode ser mais econômico um percurso mais longo, mas com menos tráfego, paradas, asfalto em melhor estado ou até mesmo com menos subidas. Acelerar e desacelerar o veículo, como acontece frequentemente quando se está em um congestionamento, tem grande influência no gasto de combustível. Isso pode ser reduzido com caminhos mais inteligentes.

  • Considere o peso dentro de carro

Claro que uma carona solidária vale mais do que um pouco de economia, mas quanto mais pesado, maior é o consumo. Afinal, com mais peso é necessário uma maior aceleração para que o carro entre em movimento. A dica é evitar deixar itens desnecessários no porta-malas.

Fonte: promocoesredevw.com.br